Visita ao Killa, novo restaurante peruano
Alessandra Blanco

Semana passada, fui jantar no Killa, um dos três restaurantes peruanos recém-abertos em São Paulo.
Em uma casinha pequenina em Perdizes, achei o menos pretensioso deles e, até agora, o mais gostoso. Uma amiga voltou do Peru ano passado dizendo que o pisco sour seria a bebida do verão por aqui. Não sei se chegou a pegar, mas posso dizer que mesmo em noites geladas desse inverno, ele faz um sucesso!!! Pelo que me lembro, bebi uns três, intercalados de golinhos de Inca Cola, o refrigerante docinho, verde-limão, feito com erva-cidreira. Uma delícia.



Toda vez que vou a um desses novos restaurantes peruanos, escolho a mesma coisa: o ceviche tradicional, com peixe branco e camarão. Não sei, acho que preciso experimentar primeiro os básicos, o prato mais tradicional, para depois me aventurar por aqueles pratos divertidos e coloridos com batatas, outras versões de peixes, crus ou não. O ceviche do Killa, aliás, estava perfeito. Leve sabor de limão, sem ser ácido ou azedo demais. Também provei o lomo saltado: filé mignon, também no ponto perfeito, salteado com especiarias e shoyu, servido com tomates, cebolas e batatas rĂºsticas, flambados em salsa levemente picante. Delicioso.